sexta-feira, abril 18, 2008

Como criar filmes animados de stop-motion usando o QuickTime

Enquanto explorava a funcionalidade "Open Image Sequence" do Quicktime para criar um simples slideshow de imagens, reparei que a caixa apresentada continha valores algo estranhos para alguém que só pretende criar um slideshow de fotos:

Apesar dos "3 seconds per frame" parecer aceitável para fazer este trabalho (cada foto estaria exposta cerca de 3 segundos), "15 frames per second" parece-me um pouco rápido demais para ver várias fotos seguidas (isto quer dizer que seriam expostas 15 fotos em cada segundo, o que significa que basicamente não se conseguiria apreciar foto nenhuma).

Isto pôs-me a pensar: "Porque raio é que alguém precisaria de ver um slideshow com tanta pressa?". E aí, a parte mais "geek" do meu cérebro veio-me ao de cima e fez-me lembrar que é assim que funcionam os filmes animados de stop-motion.

A ideia por trás do stop-motion é tão antiga como o próprio cinema, uma vez que todo o conceito de filmagem gira à volta desta técnica. Basicamente, uma câmera de filmar é um mecanismo que capta imagens a uma velocidade bastante acelerada (normalmente de 24 imagens por segundo). Quando se reproduz as imagens capturadas à mesma velocidade, o nosso cérebro preenche os intervalos entre as imagens, produzindo assim a ilusão de movimento.

O stop-motion funciona exactamente da mesma maneira: primeiro tira-se um conjunto de fotos que representem uma sequência; depois quando essas imagens são reproduzidas a uma velocidade elevada, nós vamos vê-las como se de um filme se tratasse. Para terem uma ideia de como isto é feito, dêem uma olhada na página da Wikipedia sobre este assunto.

Excitado com a ideia de fazer um filme deste género (até porque o filme "O Estranho Mundo De Jack" é um dos meus filmes favoritos de sempre - bem, pelo menos é o meu musical animado favorito) e depois de descobrir como é fácil juntar as imagens todas no QuickTime, decidi pôr mãos à obra.

Montei a minha máquina digital (Canon Digital IXUS 400) num tripé e tirei diversas fotos sequenciais da minha Pen USB a ser retirada de um Hub USB que eu tenho. Depois de juntar tudo no Quicktime, este foi o resultado obtido (reproduzido a velocidades diferentes):
  • 6 imagens por segundo:

  • 10 imagens por segundo:

  • 15 imagens por segundo:


Tem bom aspecto, né? E não demorou muito tempo...só cerca de 10 minutos! Este mesmo conceito pode ser aplicado a filmes time lapse (será a minha próxima tentativa).

5 comentários:

Anónimo disse...

Está perfeito, parabéns... já tentei fazer algo parecido mas não consigo :(
Quero fazer um filme com fotos mas não consigo encontrar programa (que seja gratuito) para tal...

António Lopes disse...

Para Windows, Mac ou Linux?

Juliana disse...

Oi Antonio,
Deixa eu te fazer uma pergunta tola, mas por favor, é por conta das dúvidas. Como tu fizeste pra fazer com que a pendrive fique no ar? e na verdade não apareça tua mão.

Um abração e o vídeo ficou ótimo.

Juliana

Juliana disse...

Consegui Antonio!!!
Obrigada por esse post.

Grande Abraço,
Juliana

Paulo Dandrea disse...

juliana.. nao ficou no ar, ficou em cima do cabo